Malaboos

22 Julho, 2017 – 17h00
// Parque Aquilino Ribeiro (Palco João Torto)

Concerto: Jazz
Duração: 50 min. aprox.
Com: Francisca Ribeiro (voz, guitarra, teclado), Hélder Reitor (baixo), João Costa (bateria) e Diogo Silva (guitarra).
Fotografia: Inês Pinto.

Os Malaboos são uma banda oriunda de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez. João Costa, baterista e Diogo Silva, guitarrista, conheceram Francisca Ribeiro, vocalista e multinstrumentista, numa audição improvisada na casa de um deles.
Começaram pela paixão que todos sentiam pela música e, da experiência com vários estilos, foram encontrando pontos comuns com um rock alternativo, uma sonoridade algo decadente.
Em meados de 2015 surge a oportunidade de gravar o seu primeiro EP e lançam-se de cabeça, gravando num pequeno estúdio na sua terra natal. O ano seguinte é feito de concertos em Braga, Porto, Guimarães, Viana do Castelo, etc.
Quanto mais tocavam mais o projeto se definia, ficando cada vez mais coeso, complexo e próprio. Com sonoridades que vão desde o jazz, ao indie rock, numa linha tendencialmente de rock progressivo, e fruto da dinâmica de quem se foi desenvolvendo como grupo, com um entendimento musical muito vincado. Os temas mais recentes como a Será e a Peso Tardio demonstram exatamente isso.
Ao fim de três anos, contam com um novo membro, o baixista Hélder Reitor; chegaram à final do concurso Termómetro e integram a editora Sister Ray.

FRANCISCA RIBEIRO

Francisca Ribeiro tem 18 anos, anda no curso de Ciências Políticas e Relações Internacionais e é a vocalista, guitarrista secundária e pianista dos Malaboos. Começou a tocar teclas com 7 anos e ingressou a Academia de Música de Viana do Castelo com 9 anos de idade. Aí começou a tocar harpa, a ter aulas de formação musical e de coro. Entretanto, aos 12 anos, começou a tocar piano, desistindo da harpa, tendo feito completado o 5.º grau de formação musical e de piano. Paralelamente aos 10 anos começou a teve aulas de guitarra durante 1 ano, mas aprendeu maioritariamente sozinha através de improvisação.
Aos 13 foi quando começou a despertar um verdadeiro interesse pela música através da descoberta de bandas como The Drums, DIIV, Bon Iver, King Krule, para além de nomes como Chet Baker, ou Billie Holiday dentro do jazz.
Aos 15 anos integrou um pequeno grupo, maioritariamente de covers onde, a medo, começou a cantar e a tocar guitarra. Nesse mesmo ano abandona esse projeto para se juntar com o Diogo e o João fazendo nascer os Malaboos.
Se é que se pode chamar de influências, tem como grandes bases musicais Sun Kill Moon, King Krule e Bon Iver, que a marcaram além de outros imensos e diversos géneros musicais inclusive a nova cena RnB, Hip Hop e Jazz, ou Debussy e Satie.

HÉLDER REITOR

Helder Reitor, nascido em Ponte da Barca, mas de infância alfacinha e adolescência portista, entrou para o mundo da música com a banda Malaboos. Apesar de sempre ter amado a arte, nunca antes se proporcionou a oportunidade. Sem formação musical, vai evoluindo com a ajuda dos seus colegas. Os seus gostos são bastante abranges, desde Pink Floyd a System Of A Down, Led Zeppelin a Arctic Monkeys, de Jimmy Hendrix a Black Keys.
Não perde uma oportunidade para fazer um trocadilho, ou mandar a piada mais maldosa ou horrível. Apesar disso, em palco mantêm um ar sereno pois admite não ser o Reitor quem está em palco.

JOÃO COSTA

João Costa, 18 anos, estuda e vive em Braga, apesar de ser oriundo de Arcos de Valdevez.
Baterista há 8 anos, teve formação em Jazz na Escola Jazz de Braga, mas acabou por abandonar esses estudos passado algum tempo.
Compõe música instrumentalista sendo muito influenciado por bandas como Animal as Leaders, God Is An Astronaut, entre outras… Aprecia o Hip Hop de Kendrick Lamar, ASAP Rocky, Childish Gambino, como também o post-rock de First Breath After Coma, Radiohead e o jazz de Chet Baker, Miles Davis ou John Coltrane.
Teve ao longo dos anos duas bandas com o guitarrista da banda Malaboos. Juntos esperam continuar com a carreira musical.

DIOGO SILVA

Diogo Silva, 18 anos é o guitarrista principal da banda, oriundo de Ponte da Barca, estuda de momento na Escola de Jazz de Braga. Começou a tocar guitarra aos 12 anos com o seu professor, amigo e também artista Miguel Fernandes, com quem posteriormente gravaria o primeiro EP Plântula dos Malaboos. Aos 13 anos forma a sua primeira banda com o baterista João Costa que passado 1 ano acaba por terminar. Ainda com vontade de começar uma nova banda a seu devido tempo o Diogo e o João nunca deixaram de tocar juntos. Mais tarde forma-se a banda Malaboos, onde cresce exponencialmente a sua paixão pela música.
É influenciado musicalmente por músicos como Led Zeppelin, Pink Floyd, Guthrie Govan, Pat Metheny, God Is An Astronaut, Mogwai, entre outros.
Hoje o Diogo sabe que quer fazer da música a sua vida.

MAIS

Facebook

VÍDEO